Cachoeiras

Todas as cachoeiras são acessíveis por carro, ônibus ou até bicicleta, se você estiver disposto.

Cheque os horários dos ônibus na rodoviária de Paraty.

x

CACHOEIRA DO IRIRI

Na direção do Rio de Janeiro, logo após o km 548,5, há uma pequena entrada de carros, do lado esquerdo da estrada. Uma caminhada de 15 minutos leva você à cachoeira do Iriri, a nossa predileta aqui na região.

x

x

x

x

x

CACHOEIRA DO PENHA

Muito popular, fica a 10 km do Trevo de Paraty, subindo a estrada Paraty-Cunha, no final da linha do ônibus Paraty-Penha. É uma cachoeira bonita, mas está na rota das agências de turismo e, por isso, sempre cheia.

x

x

x

x

x

CACHOEIRA DA PEDRA BRANCA

Outro destino muito popular, por causa dos jipes de agências de turismo. Subindo a Paraty-Cunha, vire à direita logo após a ponte no bairro Ponte Branca, na direção da fazenda Murycana. Daí é só seguir a estrada, mantendo-se sempre à esquerda.

x

x

x

x

x

POÇO DOS INGLESES

Belíssima piscina natural no caminho da Pedra Branca, com água transparente, cercada por vegetação nativa, excelente para mergulho. Um pequeno córrego passa paralelo à trilha que leva até ao Poço dos Ingleses. Há uma corda amarrada em árvore que permite pular de cima da pedra até o meio do poço.

x

x

xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx

x

POÇO DAS ANDORINHAS / LAJE DE PEDRA

No vilarejo do Corisco, esses dois poços têm a vantagem de estar fora do circuito dos jipes de turismo e, por isso, são geralmente mais vazias que as cachoeiras do Penha e da Pedra Branca. Dá para chegar de ônibus também, pegando a linha Paraty-Corisco.

x

x

x

x

x

PEDRA QUE ENGOLE

Pequeno e profundo poço formado pelo córrego da Trindade, acessado por trilha de 15 minutos que começa no canto da Praia do Meio, em Trindade. A Pedra do Engole forma uma gruta que permite passar de um lado a outro.

x

x

x

CACHOEIRA DO SACO BRAVO

A cachoeira do Saco Bravo, próximo ao Mamanguá, é uma das mais bonitas de Paraty. Formada por uma grande piscina natural com água cristalina e uma queda d’água. O mais interessante é que essa piscina está localizada numa extensa rocha a menos de cinco metros do mar, fazendo com que o excedente da água doce seja despejado diretamente no oceano. Indispensável o acompanhamento de guia que pode ser arranjado na praia da Ponta Negra. Também nessa praia existem os poços das Galhetas e do Moisés, boas piscinas naturais para se banhar. No poço do Moisés há uma pedra perfeita para se tomar sol. Ambos estão a vinte minutos da praia e para chegar neles basta perguntar aos pescadores qual o caminho a seguir.

x

x

x

POÇO GRANDE DA GRAÚNA

A Graúna é uma das regiões mais bonitas de Paraty. Fica a 12 km da cidade, na direção do Rio de Janeiro. Lá existem várias piscinas naturais que se formam em um ponto do rio Graúna. Uma delas, o Poço Grande, é provavelmente a maior piscina natural da região.

x

x

x

POÇO DO RIO PEQUENO

Piscina natural com pequeno escorrega e uma laje comprida boa para tomar sol. Possui vegetação nativa. Situada no rio Pequeno (ou Jundiaquara), a cerca de 16 km de Paraty, na direção do Rio de Janeiro.x

x

x

x

x

FOTOS